aperuanacozinha:

PARABÉNS MESTRE Iron Junqueira, O SEU BLOG É MARAVILHOSO, DEFINITIVAMENTE, VC TEM O DOM DE “MIDAS”, ONDE TOCA, VIRA OURO. 

PARABÉNS MESTRE Iron Junqueira, O SEU BLOG É MARAVILHOSO, DEFINITIVAMENTE, VC TEM O DOM DE “MIDAS”, ONDE TOCA, VIRA OURO. 

noa89:

made a gif before I store away all the separately saved files.

VEJA SÓ GUILHERME BASÍLIO QUE LINDO…

noa89:

made a gif before I store away all the separately saved files.

VEJA SÓ GUILHERME BASÍLIO QUE LINDO…

gastronomyfiles:

Chicken Quesadillas
gastronomyfiles:

Chicken Quesadillas
foodopia:

Bacon and Zucchini Quiche

aperuanacozinha:

EU PARTICIPO!!!

EU PARTICIPO!!!

aperuanacozinha:


Um brinde ao mestre “Iron Junqueira” no seu aniversário…
 
Convido a todos meus amigos do Facebook para levantarmos um brinde.
Brindemos a um homem que já na adolescência sonhava com uma forma de abrigar as criancinhas desamparadas em Anápolis, que aos vinte anos conquistou um terreno e nele iniciou uma pequena instituição; que ele dizia que era pra abrigar “os pequeninos de rua”, o lar Humberto de Campos; que se casou com uma funcionária do lar, dona Maria Morena, um espírito de luz, que “Deus” mandou pra apoiá-lo nessa jornada. 
Teve oito filhos, que foram criados junto com seus outros 240 filhos do coração. Todos moravam no lar e assim foram-se 45 anos de obra. Crianças cresceram, crianças nasceram e ele continua com sua obra, impecável, gratuita, amorosa.
Um sonhador que juntamente com os afazeres do lar, ainda encontrava e encontra tempo pra escrever, para dividir com o mundo seus sonhos, seus contos, seus poemas, seus romances.
Brindemos ao pai, ao poeta, ao romancista, ao filantropo, ao espiritualista, ao escritor e acima de tudo, ao homem ímpar, que eu tenho a honra de desfrutar da amizade.
Amo-te mestre Iron Junqueira.
Parabéns.
 

aperuanacozinha:

Um brinde ao mestre “Iron Junqueira” no seu aniversário…

 

Convido a todos meus amigos do Facebook para levantarmos um brinde.

Brindemos a um homem que já na adolescência sonhava com uma forma de abrigar as criancinhas desamparadas em Anápolis, que aos vinte anos conquistou um terreno e nele iniciou uma pequena instituição; que ele dizia que era pra abrigar “os pequeninos de rua”, o lar Humberto de Campos; que se casou com uma funcionária do lar, dona Maria Morena, um espírito de luz, que “Deus” mandou pra apoiá-lo nessa jornada.

Teve oito filhos, que foram criados junto com seus outros 240 filhos do coração. Todos moravam no lar e assim foram-se 45 anos de obra. Crianças cresceram, crianças nasceram e ele continua com sua obra, impecável, gratuita, amorosa.

Um sonhador que juntamente com os afazeres do lar, ainda encontrava e encontra tempo pra escrever, para dividir com o mundo seus sonhos, seus contos, seus poemas, seus romances.

Brindemos ao pai, ao poeta, ao romancista, ao filantropo, ao espiritualista, ao escritor e acima de tudo, ao homem ímpar, que eu tenho a honra de desfrutar da amizade.

Amo-te mestre Iron Junqueira.

Parabéns.